Semasp esclarece sobre pesagem do lixo em Juazeiro do Norte

A pasta endossa que Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) é reconhecida por Tribunais de Contas.




Notícias, Regional

A secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos (Semasp) informa que não existe nenhuma irregularidade nos procedimentos atualmente adotados para mensuração do volume de lixo recolhido na cidade de Juazeiro do Norte. Acrescenta que contratos que tomam como base a estimativa de produção, considerando o tamanho da população, são reconhecidos e tratados como válidos por todos os órgãos de fiscalização competentes.

A pasta endossa que Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) é reconhecida por Tribunais de Contas. Permitindo-lhe suprir os municípios com dados que subsidiem os processos de licitação, e estimativa do volume de lixo produzido cotidianamente nos espaços urbanos. Tal procedimento é seguido em Juazeiro do Norte.

A Semasp salienta, por fim, que lida hoje em dia com um contrato de serviço que foi aditivado ainda em dezembro de 2020. Ou seja, a pasta está obrigada a cumpri-lo até o final, para que não haja desassistência. Porém, uma nova licitação está em vias de finalização. Lembra-se, ainda, que a atual gestão conseguiu reduzir os valores referentes à coleta urbana em R$1.5 milhão, fazendo com que o contrato passasse a ter valor mensal de R$3 milhões, ante R$4.5 milhões praticados até então.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.