Prefeitura de Juazeiro do Norte aguarda posicionamento do MP para realizar pagamentos a médicos ligados a ACENI; entenda

Porém, uma orientação do Ministério Público, garante a Prefeitura o direito de não pagar diretamente a empresa.




Notícias, Saúde

A ACENI, empresa terceirizada que era responsável pela administração do Hospital São Lucas e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Limoeiro, enviou um ofício solicitantdo que Prefeitura de Juazeiro do Norte realizasse o pagamento de um débito no valor de 1,6 milhões.

Porém, uma orientação do Ministério Público, garante a Prefeitura o direito de não pagar diretamente a empresa, tendo em vista que é preciso garantir o pagamento dos direitos trabalhistas dos médicos.

A informação é confirmada pelo prefeito Glêdson Bezerra, em áudio enviado a imprensa. Ele afirma que há esse dinheiro em caixa, mas que o MP recomendou que o pagamento fosse feito diretamente para os médicos, com o intuito de pagar as rescisões trabalhistas.

Glêdson também diz que a ACENI não fez o pagamento dos plantões de janeiro e fevereiro e nem as rescisões referentes a março, e é uma das reivindicações dos médicos. O chefe municipal afirma que as próximas decisões só serão tomadas após as novas recomendações do MP.

Sobre Fernanda Alves

Fernanda Alves, tem 24 anos, é de Juazeiro do Norte e formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), com experiência na área desde 2015. Mulher preta, militante e amante do Jornalismo Esportivo.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.