Polícia Civil investiga denúncia de estupro coletivo de criança e adolescente cometido por quatro homens em Mombaça

Primas disseram que o crime ocorreu na última segunda-feira (26), quando brincavam em um açude e foram embriagadas com ‘falso refrigerante’.




Notícias, Policial

A Polícia Civil investiga um estupro coletivo praticado por quatro homens contra uma criança de 9 anos e uma adolescente de 12 no distrito de Morada Nova, em Mombaça, no interior do Ceará. Familiares denunciam que o crime ocorreu na última segunda-feira (26), quando as duas primas brincavam em um açude e foram embriagadas. A Delegacia Municipal de Mombaça está à frente das investigações.

Em entrevista ao G1, uma familiar das vítimas relatou que elas brincavam no açude quando os quatro homens chegaram e ofereceram refrigerante a elas. As vítimas teriam recusado, mas devido à insistência dos suspeitos e por medo, elas acabaram tomando a bebida e ficaram bêbadas, momento em que o grupo levou as duas para uma região de mato e cometeu os estupros.

Ainda conforme a familiar, as vítimas ficaram desacordadas pelo efeito da bebida, e, quando acordaram, os homens estavam sobre elas, tirando suas vestes. Após o ato, elas foram deixadas em uma estrada, voltaram para casa e contaram o que havia acontecido.

Tanto a criança como a adolescente foram levadas para uma unidade hospitalar por parentes, onde receberam atendimento médico e foram acompanhadas por uma assistente social. A família prestou queixa à policia. O conselho tutelar também foi acionado.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará informou que o caso foi comunicado à unidade policial na terça-feira (27), um dia após o crime ter sido cometido. Os quatro suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas e, segundo familiares, eles são residentes da cidade de Mombaça.

Fonte: G1 Ceará

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.