Polícia Civil de Crato autua 27 pessoas suspeitas de participação em evento clandestino do Açude Umari

Entre os autuados estão um médico, duas dentistas, um policial civil do Estado de Pernambuco, dois empresários, duas arquitetas, um cantor e uma advogada.




Notícias, Policial

Após divulgação de imagens nas redes sociais e diversas denúncias de aglomerações no Açude Umari, a Polícia Civil de Crato realizou diligências e investigações. Com a conclusão dada nesta quinta-feira (20), resultou na autuação de 27 pessoas.

Entre os autuados estão um médico, duas dentistas, um policial civil do Estado de Pernambuco, dois empresários, duas arquitetas, um cantor e uma advogada.

Todos vão responder por descumprir medidas sanitárias estabelecidas por decretos municipal e estadual de enfrentamento contra a Covid-19, com base no artigo 268 do Código Penal, que é referente a quem infringe determinações do poder público, para impedir a propagação de doença contagiosa.

A pena do Art, 268, é detenção de um mês a um ano e multa. E no caso de funcionários da saúde pública ou que exerça a profissão de médico, farmacêutico, dentista ou enfermeiro, a pena é aumentada um terço.

Sobre Fernanda Alves

Fernanda Alves, tem 24 anos, é de Juazeiro do Norte e formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), com experiência na área desde 2015. Mulher preta, militante e amante do Jornalismo Esportivo.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.