Mais de 89 mil sementes para produção de mudas são entregues em Crato

As sementes são de 13 espécies nativas da Caatinga, que serão cultivadas no viveiro municipal para produção de mudas.




Natureza, Notícias

O município do Crato acaba de receber mais de 89 mil sementes do Núcleo de Ecologia e Monitoramento Ambiental da Universidade Federal do Vale do São Francisco (NEMA/ UNIVASF). As sementes são de 13 espécies nativas da Caatinga, que serão cultivadas no viveiro municipal para produção de mudas. Parte delas serão plantadas nas áreas degradadas do projeto de integração do rio São Francisco.

O Crato faz parte da área de atuação da Rede de Sementes do Projeto de Integração do São Francisco (PISF), estando entre os 150 municípios dos estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte com áreas impactadas pelo projeto de transposição e que são assistidos pelo NEMA.

De acordo com a Assessora Técnica da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial do Crato, Jaceme Santana, a parceria com o NEMA se faz viável graças ao trabalho de produção e manejo de mudas, bem como ações educativas desenvolvidas pelo município.

A Ecóloga e Pesquisadora de Ciências da Terra e do Meio Ambiente, Edjane Silva, representante do NEMA, explica que o programa tem por objetivo auxiliar nos esforços de compensação ambiental vinculados ao processo de licenciamento ambiental do PISF e atuar no incentivo e fortalecimento da cadeia produtiva de mudas nativas na região do Projeto e no suporte à pesquisa científica brasileira.

“O Crato está dentro da nossa área de atuação. Por isso a gente vem atendendo algumas demandas da produção de mudas aqui do viveiro municipal. A contrapartida do município é que parte das mudas produzidas retornem para o NEMA, para que possamos fazer o plantio nas áreas degradadas para a construção do Canal da Integração. O excedente fica para o município realizar suas atividades ambientais”, explica a Ecóloga.

Doação de Mudas

O viveiro do Crato está sob a administração da Prefeitura Municipal há 23 anos. As mudas produzidas são distribuídas gratuitamente para a população, mediante cadastro preenchido na Secretaria de Meio Ambiente. O Vice-prefeito do Crato, André Barreto, acompanhou a entrega das sementes e celebrou a parceria com o NEMA, que fortalecerá a produção de mudas.

“É fundamental que a gente mantenha essas parcerias com instituições como o NEMA, para que tenhamos acesso às sementes, técnicas de produção de mudas e potencializar esse trabalho fundamental para recuperação da vegetação nativa da nossa região”, destaca.

A doação de 89.601 sementes para a produção de mudas no Crato, realizada pelo NEMA, conta com 13 espécies de árvores nativas da Caatinga: angico, aroeira-do-sertão, mororó, catingueira, ipê-roxo, pinhão, jurema-preta, imbiratanha, saboneteira, juazeiro, baraúna, canafístula e caraibeira.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.