Justiça Federal mantém decisão de suspensão do SISU

TRF-3 rejeitou recurso da Advocacia Geral da União na noite deste domingo, 26 de janeiro.

Agência RBS

A Justiça Federal negou, na noite deste domingo (26), o pedido da Advocacia Geral da União (AGU), e manteve a decisão de suspensão do resultado do Sistema de Seleção Unificada (SISU) 2020/1. As inscrições se encerraram também na noite de ontem, e a divulgação da lista dos aprovados estava prevista para terça-feira (28).

A determinação foi tomada pela desembargadora do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), Therezinha Cazerta. Na prática, os resultados não podem ser divulgados amanhã até que o governo comprove que o erro na correção das provas do Enem 2019 foi totalmente solucionado.

Na decisão, a desembargadora ressalta que cabe ao Poder Judiciário proteger “os interesses dos indivíduos quando violados”. Ela afirma que a situação é grave porque e justifica a suspensão do Sisu porque, assim que os resultados forem divulgados, eles geram expectativas dos candidatos, “tornando particularmente difícil que um erro a esse respeito seja reparado”.

Em 18 de janeiro, um dia após a divulgação do resultado do Enem, relatos de erros nas notas surgiram nas redes sociais. O MEC admitiu os erros nas pontuações dos candidatos e justificou o caso como um problema que ocorreu na gráfica que imprimiu as provas.

O Ministério Público Federal, por sua vez, no dia 20 de janeiro, pediu a suspensão do SISU/2020 até que todas as notas fossem atualizadas e solicitou ao MEC as justificativas cabíveis para o erro nas notas dos participantes.

O Governo Federal ainda pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou ao Supremo Tribunal Federal (STF). Antes mesmo da divulgação das notas do exame, o ministro da educação Abraham Weintraub, afirmou várias vezes que o primeiro Enem sob sua gestão foi “o melhor de todos os tempos”.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Joedson Kelvin
Carregar Mais Em Educação

Sobre Joedson Kelvin

Jornalista formado pela Universidade Federal do Cariri (UFCA). Fotógrafo experienciador que vê, escreve e sente, não necessariamente nesta ordem.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!