Greve dos caminhoneiros: paralisação sem estradas bloqueadas

O movimento protesta contra a situação econômica no Brasil, em especial a alta no preço dos combustíveis.




Brasil, Notícias

Marcada para esta segunda-feira por centrais sindicais e lideranças da categoria, a greve dos caminhoneiros registrou baixa adesão pela manhã. Representantes do movimento dizem que decisões judiciais em ao menos 19 estados inibiram o fechamento de estradas, mas, segundo eles, a paralisação está acontecendo em todo o país. O Ministério da Infraestrutura informou que “não há registro de nenhuma ocorrência de bloqueio parcial ou total” em vias federais. O movimento protesta contra a situação econômica no Brasil, em especial a alta no preço dos combustíveis. Categoria pede mudança de política de preço na Petrobras e redução do preço do diesel.

Líderes da manifestação afirmam que estão sendo respeitadas as decisões judiciais que proibiram a interdição das rodovias, refinarias e portos, mas ressaltam que as paralisações da categoria estão acontecendo.

Mesmo com preço do combustível alto, greve dos caminhoneiros tem baixa adesão.