Governo do Ceará define quais famílias serão beneficiadas com vale-gás

Cerca de 250 mil famílias serão beneficiadas. Confira os critérios.

Foto: ilustração/Agencia RBS

Em decreto publicado na terça-feira, 23, o Governo do Ceará regulamentou os critérios para distribuição dos vale-gás de cozinha, que serão destinados às famílias em situação de maior vulnerabilidade social, durante o período de enfrentamento ao coronavírus.

No último dia 07 de abril, o governador Camilo Santana anunciou que seriam distribuídos 200 mil botijões de gás de cozinha, mas o número de famílias beneficiadas pelo Programa Social de Distribuição de Gás aumentou para quase 250 mil.

“Nós selecionamos as famílias de menor renda que estão cadastradas no Bolsa Família. Pegamos o corte dessas famílias e aumentamos. Saímos de 200 mil para cerca de 250 mil famílias. Esse vale virá com o nome do beneficiário e vamos pedir apoio aos prefeitos para a distribuição em todos os municípios”, destacou o governador Camilo Santana.

De acordo com o decreto, o programa social de distribuição de gás pretende ofertar o gás em botijão como auxílio para amenizar os impactos sociais decorrentes da Covid-19. Para ser contemplada com o benefício, a família precisa, além de estar inserida no Cadastro Único, ser beneficiária do Cartão Mais Infância ou do programa Bolsa Família com renda per capita igual ou inferior a R$ 89,34; ou ainda ter jovens inseridos no programa Superação.

De acordo com a titular da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Socorro França, a Secretaria está cuidando de todas as tratativas para fazer essa entrega o mais rápido possível.

“Sabemos do alívio financeiro que a recarga do gás irá trazer a essas famílias em situação de vulnerabilidade. Estamos, ao mesmo tempo, buscando a parceria das secretarias municipais e correndo com o trâmite administrativo para que esses botijões cheguem, no menor prazo possível, às casas dos beneficiários”, observa Socorro.

A identificação dessas famílias foi um realizada pela SPS e Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). Identificadas as famílias, a SPS agora irá adquirir os botijões e entregar às famílias o chamado vale-gás de cozinha. A empresa contratada será responsável pela logística de entrega dos botijões às famílias beneficiárias.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Notícias

Sobre Rayssa Leonel

Graduada em Jornalismo pela UFCA - Universidade Federal do Cariri. Pesquisadora e caririense bem orgulhosa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!