Festividades juninas continuam no Cariri. Tudo Online

lives Aboios e Arraiá do Nonato Lima marcam festividades juninas no Interior

Neste final de semana, duas lives prometem encerrar com chave de ouro as festividades juninas com muita música de qualidade valorizando a cultura popular e gerando solidariedade também. As unidades do Sesc Iguatu e Juazeiro do Norte promovem no dia 27 (sábado) e 28 (domingo) as lives Aboios e Arraiá do Nonato Lima, respectivamente.
Fazendo parte da programação da plataforma Tudo Em Casa Fecomércio, a live Aboios acontece diretamente da cidade de Canindé, a partir das 16h, com transmissão ao vivo no Instagram da W10produções (@w10producoes) e da Prefeitura de Canindé (@prefeituradecaninde). “A proposta da apresentação é manter a apresentação original do grupo que destaca a vida dos nossos vaqueiros além de preservar a tradição popular das festas juninas em tempos de pandemia”, informa o técnico de cultura do Sesc Iguatu, Cícero Cosme.
Com um vasto repertório de forró com grandes canções que embalaram e encantaram milhares de nordestinos consagrando grandes nomes como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Flávio José, Trio Nordestino, Sivuca, Gilberto Gil, Mastruz com leite, entre outros, a live Arraiá do Nonato Lima é certeza de muito divertimento e solidariedade. Waldonys e Chambinho do Acordeon são convidados especiais marcando presenças também. Além de levar a grandeza do forró em seus diversos estilos, a live Nonato Lima também estará contribuindo com os músicos afetados pela pandemia do Covid-19, que ficaram sem trabalho e a parte artística será a última a voltar com suas funções devido às aglomerações.
Apresentado via Youtube de Nonato Lima, a live tem como objetivo também valorizar o tradicional forró e suas tradições representada pelo acordeom como um dos elementos fundamentais da nossa cultura de raiz. “É com imensa satisfação que o Sesc Juazeiro do Norte proporciona esse momento homenageando as festas alusivas a São João e promovendo concomitantemente solidariedade aos nossos artistas que estão em situação de vulnerabilidade por conta da pandemia”, destaca o supervisor de cultura da unidade juazeirense, Sérgio Magalhães.
Sobre Nonato Lima
Músico cearense, cantor e compositor, começou a tocar muito cedo, herdando do seu pai, o dom de tocar acordeon. Aos 12 anos começou a vida profissional, tocando nas noites de Fortaleza. Nonato foi criado nas rodas de choro da cidade e aos 15 anos já despertou atenção de Dominguinhos. O músico já trabalhou em várias bandas de forró da cidade, mas viu que em seu sangue fluía outros tipos de música. Aos 18 anos ganhou seu primeiro festival de acordeom, e a partir daí conseguiu comprar seu primeiro instrumento.
Foi convidado por Dominguinhos para acompanhá-lo em seus shows no ano de 2012. Nonato também já dividiu palco e trabalhou com vários artistas como Fagner, Elba Ramalho, Hermeto Pascoal, Amelinha, o francês Richard Galliano, considerado o maior acordeonista do mundo, que lhe descobriu pela internet e o convidou para participar de seu show no Brasil, em São Bento do Sul – SC. Em 2016 tocou nas olimpíadas no Rio, em 2018 fez sua primeira turnê na Europa, fazendo seu show solo, e em 2019 gravou seu primeiro álbum autoral intitulado de “Brasiliando”.
Sobre o espetáculo Aboios
O espetáculo Aboios traz a história da Rainha e os Vaqueiros — Mestra Dina, considerada por seus pares como a Rainha dos Vaqueiros, por sua dedicação a causa do homem sertanejo iniciada com apenas 14 anos. Sua vida já virou inspiração para filmes, cordéis, livros, matérias jornalísticas e um documentário para a TV Australiana. Tornou-se a maior incentivadora dos costumes e tradições do vaqueiro no Nordeste, seja através da Associação ou de sua luta individual. Articulou a aprovação da lei de nº 14.520, de 8 de dezembro de 2009, que incluiu a missa do vaqueiro em Canindé no calendário oficial de eventos do Ceará e a lei nº 14.625, de 26 de fevereiro de 2010, que institui o Dia do Vaqueiro no Estado, como o dia 22 de agosto.
Fundou o Grupo Musical – A Rainha e os Vaqueiros – vestida de Gibão, perneira, peitoral, chinelo e chapéu de couro. Este é o figurino do grupo, que em seus shows utiliza o aboio como forma de retratar os sons e ritmos cearenses, intercalados com contos, causo, versos, poesias, trechos de cordéis e músicas de Luiz Gonzaga. Mas o figurino não é cênico. É a vestimenta que os artistas usam no dia a dia. Afinal, são vaqueiros-aboiadores, que durante anos de cavalgada já cantaram com Manoel Messias, Padre Tula, Orlângelo Leal, Fagner e em especial com o Rei do Baião.
O grupo tem como líder a Mestre da Cultura Dona Dina, que com quatro vaqueiros-aboiadores: Chico Walter, Edilânio Freitas, Moisés Uchoa e Zé Marçal acompanhados pelo maestro Hidelbrando do Acordeom e o seu regional, conduzem o público a um mergulhou no universo da cultura dos vaqueiros. O grupo musical não se prende apenas ao roteiro musical, os aboiadores artistas utilizam o improviso e interagem com o público, deixando evidente uma das propostas do grupo, que é de preservar o caráter natural do homem do campo.
Já se apresentaram no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Fortaleza), nos Cucas: Barra e do Modubim, no Mercado dos Pinhões, no Festival de Música da Ibiapaba (Viçosa do Ceará), no Festival de Teatro e Dança (Caridade), na I Semana Raquel de Queiroz (Quixadá), no Teatro São João (Sobral), nos teatros do SESC (Fortaleza e Crato), na abertura do Mestre do Mundo 2012 (Limoeiro do Norte), na programação cultural da Copa do Mundo de 2014 (Fortaleza) dentre outras muitas apresentações.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Erika Souza
Carregar Mais Em Notícias

Sobre Erika Souza

A menina louca. Deixo essa definição, pois meu entusiasmo pode parecer loucura. Atuo com comunicação, eventos e desenvolvimento pessoal. Com o convívio a gente se conhece mais.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!