Em janeiro, 28 mulheres foram assassinadas no Ceará

Em janeiro de 2019, foram registrados 13 casos

FORTALEZA, CE, BRASIL, 23-11-2013: Manifestação de mulheres pelo Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher no Ceará, no bairro Mondubim. (Foto: Mauri Melo/O POVO) (Foto: MAURI MELO)

28 mulheres foram assassinadas no Ceará em janeiro de 2020, 13 casos a mais em relação ao mesmo mês em 2019. Ao todo, o primeiro mês de 2020 somou 251 mortes violentas. Em janeiro de 2019, foram 193 mortes.

Segundo o Jornal o Povo, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) registrou 22 homicídios dolosos contra mulheres, dois casos de latrocínios (roubo seguido de morte) com vítimas do sexo feminino, uma lesão corporal seguida de morte e três feminicídios.

18 vítimas foram mortas com arma de fogo, 6 com arma branca e outros cinco por outros meios. Uma das mulheres morreu vítima de espancamento.

Os números de feminicídios ainda não foram consolidados, a motivação do crime pode ser descoberta posteriormente. As três mulheres vítimas de feminicídio são Maria Terezinha Dias Menezes, Ana Angélica Pereira Capistrano e Maria Jucleide Pereira da Silva.

Feminicídio

Ao todo, o Ceará registrou 34 casos de feminicídio em 2019. De acordo com a SSPDS, dos 34 casos, 22 foram elucidados pelas forças de segurança e 12 ainda seguem sem respostas. Sobre as elucidações dos crimes registrados em 2018, que somam 30 casos, não há informações estatísticas sobre os desfechos das investigações. 

Com informações do O Povo*

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Rayssa Leonel
Carregar Mais Em Notícias

Sobre Rayssa Leonel

Graduada em Jornalismo pela UFCA - Universidade Federal do Cariri. Pesquisadora e caririense bem orgulhosa.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!