Eleição EUA: Trump se diz vencedor antes do resultado oficial

A apuração segue em ritmo lento, devido a complexidade do sistema americano, mas ainda não é possível definir um vencedor. Biden vem conseguindo impor uma certa vantagem




Mundo, Notícias

As eleições americanas estão movimentando o mundo a alguns meses, com a votação tendo ocorrido ontem, 03, o que se vê agora é a longeva marcha da apuração. Como o sistema norte-americano é indireto o processo de apuração é bem mais demorado do que o brasileiro, por exemplo.

Nos Estados Unidos a eleição é feita pelo Colégio Eleitoral, deste modo, cada estado americano dispõe de um numero especifico de acentos neste colégio, na maior parte dos 50 estados o candidato vencedor leva todos os delegados. Porém, em muitas situações, não necessariamente o candidato mais votado pelos eleitores torna-se presidente, e este é apenas um dos vários problemas do método eleitoral americano.

Com uma disputa bem mais acirrada do que se esperava, Donald Trump (Republicano) tem se mostrado bem mais competitivo do que as pesquisas delineavam. No entanto, Joe Biden (Democrata) tem conseguido manter alguma vantagem desde o início da apuração. Todavia, Trump chegou a declarar ainda na noite passada que ele estava reeleito, além de ter repetido novamente o discurso sobre fraude no processo e ter colocado em xeque o voto por correspondência, comum nos Estados Unidos. Ameaçou ainda com a judicialização da apuração.

A realidade é que é impossível cravar neste momento quem será o vencedor, ambos os candidatos ainda tem caminhos para surpreender e levar o pleito. Trump conseguiu vitórias em estados importantes, como Texas e Flórida, e também lidera na Georgia e na Pelsiovânia. Já Biden venceu no estado com maior número de delegados, a Califórnia, além de Nova York, Wisconsin e Arizona, que são zonas importantes. Biden ainda lidera apertadamente em e Michigan e Nevada, locais com razoável número de votos no colégio eleitoral.

Até o fechamento deste texto, segundo a agência de notícias Associeted Press, o candidato Democrata, Joe Biden, soma 50,2% dos votos totais e 248 delegados. Já o Republicano Trump tem 48,2% dos votos totais e 214 delegados.

Para ser considerado eleito o candidato deve atingir ao menos 270 votos no colégio eleitoral. Talvez até o fim do dia se possa consolidar resultados e cravar um vencedor, porém, neste momento o jogo político americano segue aberto.

Sobre Paulo Junior

Graduando em jornalismo pela UFCA. Um apaixonado por política, literatura e cinema. E-mail: [email protected]

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.