CRM em Juazeiro atende 240 homens agressores de mulheres através do Projeto das Marias

O projeto visa a promoção da justiça e da equidade social, bem como a reinserção familiar dos agressores.




Notícias, Segurança

Além dos atendimentos às mulheres vítimas de violência doméstica, o Centro de Referência da Mulher – CRM, equipamento vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho de Juazeiro do Norte, desenvolve o Projeto das Marias.

Idealizado com o intuito de reduzir os casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, e de implementar a política de proteção às vítimas, o projeto visa a promoção da justiça e da equidade social, bem como a reinserção familiar dos agressores.

Até o início deste mês de maio, participam, ao todo, 240 homens, divididos em 10 grupos, que são encaminhados pelo juizado da mulher.
A presença em 10 sessões no projeto se configura como parte da pena do agressor ou cumprimento de medidas protetivas, onde acontecem rodas de conversas e atividades socioeducativas, que têm o objetivo de promover reflexões acerca da violência.

Durante as atividades, são trabalhados temas como gênero, autoestima, disciplina, violência, violência doméstica contra a mulher, patriarcado, direitos das mulheres, a constituição das relações familiares, entre outros. Eles são convidados a falar sobre suas experiências, em busca de que haja um entendimento sobre o caráter negativo da violência doméstica.

De acordo com o CRM, o projeto é um mecanismo de defesa e ampliação dos direitos humanos e sociais das mulheres, contribuindo com o enfrentamento deste fenômeno, principalmente dentro do contexto estadual marcado pelos altos índices de violência.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.