Covid-19 é fator de risco para desencadear AVC, alerta médico do Hospital Santo Antônio

Neurocirurgião José Correia Júnior explica como se dão os fatores de risco




Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Acidente Vascular Cerebral (AVC) é a segunda maior causa de morte no mundo e a primeira de incapacidade. De acordo com o Ministério da Saúde, todos os anos mais de 100 mil brasileiros são vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Vinte mil novos casos de AVC são registrados todos os anos no Ceará. Desses, 6 mil morrem e outros 6 mil ficam severamente incapacitados.

Em tempos de pandemia de Covid-19, o alerta é intensificado. É que a doença causada pelo novo coronavírus é mais um fator de risco para o AVC. O médico neurocirurgião José Correia Junior, do Hospital Santo Antônio de Barbalha, unidade referência em neurocirurgia na região, alerta: “A Covid causa uma reação inflamatória autoimune, no qual o vaso sanguíneo se inunda de células e tecidos inflamatórios que causam tanto a obstrução de tecido renal, causando insuficiência renal, como tecido cerebral, podendo causar o aumento da incidência do AVC”, diz.

Para combater o AVC, a prevenção é essencial. Por isso, é necessário adotar hábitos de vida saudáveis, como a prática regular de exercícios físicos, consumo de alimentação saudável e equilibrada, redução do consumo de bebidas e a manutenção da qualidade do sono. Vale lembrar que quanto mais ágil for o diagnóstico e o tratamento, maiores são as chances de uma recuperação completa.

Mais informações,

Assessoria
Commonike.com.br

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Luca Souza
Carregar Mais Em Notícias

Sobre Luca Souza

Estagiário no setor de criação de conteúdo do Foobá

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram did not return a 200.

Siga-nos!