Coronavírus: Sem medicação específica, cuidados evitam transmissão

Transmitido por via aéreas, sem tratamento específico e desconhecida a capacidade de contágio, lavar as mãos ainda é a melhor prevenção




O primeiro caso de suspeita da doença foi confirmado no Brasil, pelo Ministério da Saúde confirmou nesta terça-feira (28). O caso é uma estudante de 22 anos que viajou para Wuhan e chegou ao Brasil no último dia 24 de janeiro. Como não há uma medicação específica, especialistas alertam para medidas que evitem a contaminação pelo vírus que pode ter chegado ao país.

https://fooba.com.br/noticias/saude/coronavirus-mais-2-casos-suspeitos-colocam-o-brasil-em-perigo-iminente/

Segundo o médico Fernando Chagas, médico infectologista do Hapvida em João Pessoa , o melhor caminho para evitar a contaminação pelo vírus é lavar as mãos sempre. “O grande segredo é ensinar a população a se prevenir, para se a doença chegar aqui a gente possa reduzir ao máximo a quantidade de casos e mortes causados pelo coronavírus. E a lavagem das mãos tem um impacto muito grande na diminuição do risco de transmitir essa doença”, destacou.

De acordo com o médico, a transmissão se dá por vias aéreas, por meio de gotículas. “Como essas gotículas são pesadas, ao tossir ou espirrar elas podem atingir até um metro e meio de distância. Mesmo assim o vírus fica sobre as superfícies e pode gerar a contaminação de quem tocar nessas superfícies”, disse.

Ainda não se sabe sobre a capacidade de contágio do coronavírus. “O Sarampo, por exemplo, tem uma capacidade de contágio muito alta, mais que o H1N1, chegando até 20 vezes mais. O que nos tranquiliza é que temos vacinas contra esse vírus. No caso do coronavírus, ainda não temos essa informação. E ainda em relação à letalidade, que é a capacidade de gerar a morte, não sabemos o seu alcance”, observou o infectologista.

Os sintomas do coronavírus se parecem muito com os de uma gripe comum: são febre, tosse, falta de ar e, em casos mais graves, pode evoluir para pneumonia, síndrome respiratória aguda grave ou insuficiência renal. O período de incubação da doença que também pode contagiar.

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Erika Souza
Carregar Mais Em Notícias

Sobre Erika Souza

A menina louca. Deixo essa definição, pois meu entusiasmo pode parecer loucura. Atuo com comunicação, eventos e desenvolvimento pessoal. Com o convívio a gente se conhece mais.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!