Cariri inicia análises laboratoriais para diagnóstico dos vírus respiratórios

O progresso na vigilância será importante também para o controle da pandemia de Covid-19.




Notícias, Saúde

A unidade do Laboratório Central de Saúde do Ceará (Lacen) na região do Cariri já pode realizar diagnóstico de doenças respiratórias a partir da metodologia de PCR, metodologia que identifica até vírus. Esse avanço faz parte do projeto de ampliação e regionalização dos serviços de vigilância da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

A diretora da rede de laboratórios estaduais, Liana Perdigão, reforça que a melhoria possibilitará maior qualidade nas tomadas de decisões em vigilância na região. “Com a aquisição da tecnologia, os agentes envolvidos nas doenças respiratórias serão identificados com mais precisão, possibilitando uma resposta mais rápida”.

Os agentes transmissores das doenças têm gravidade variada, podendo gerar sintomas leves até casos que demandem hospitalização. “As infecções são responsáveis por grande parte das consultas médicas ambulatoriais, serviços de emergência e internações. É um grande avanço para o Estado e para a região”, diz Perdigão.

O progresso na vigilância laboratorial será importante também para o controle da pandemia de Covid-19. A secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Ricristhi Gonçalves, comemora a descentralização do serviço. “Certamente será um ganho importante para a região do Cariri porque é possível identificar outros patógenos que possam estar causando síndromes gripais. Nós precisamos estar atentos, principalmente em relação ao vírus da influenza e outros patógenos que possam acometer principalmente as crianças.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.