Barreira de fiscalização bloqueia acesso ao Horto em Juazeiro do Norte até 22h desta sexta-feira (02)

Local é tradicionalmente visitado por fiéis na Sexta-Feira Santa e com a medida apenas moradores e prestadores de serviços essenciais podem ter acesso à região.




Notícias, Regional

O acesso ao Horto onde está localizada a estátua de Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, foi bloqueada por uma barreira de fiscalização montada na noite desta quinta-feira (1º). A medida visa evitar a proliferação da Covid-19 na cidade, já o local gera aglomeração de fiéis que tradicionalmente visitam a região na Sexta-Feira Santa, data religiosa.

Por volta das 4h desta sexta-feira (2), um idoso de 80 anos tentou subir para orar no Horto, mas foi impedido e orientado a voltar para casa.

Ao todo, cerca de 40 agentes, entre guardas municipais, Departamento Municipal de Trânsito e de Transportes (Demutran), além de policiais militares, fazem a fiscalização no local. O acesso ao local será permitido apenas para moradores e prestadores de serviços essenciais, mediante apresentação de documento comprobatório.

“Aquela tradicional subida ao Horto sempre aglomerava uma quantidade de pessoas. Isso implica dizer que sem essa subida nós vamos estar evitando as aglomerações e também evitando que os bares vendam bebidas alcoólicas. Com tudo isso nós vamos está garantindo a segurança, evitando que o vírus se espalhe e dando a nossa contribuição enquanto prefeitura, no cuidado da preservação da vida”, afirma o secretário de Turismo e Romaria de Juazeiro do Norte, padre Paulo César.

De acordo com o secretário de Segurança Pública da cidade, Dorian Lucena, além da barreira montada na subida do Horto, que ficará ativa até 22 horas, o município ainda conta com barreiras fixas no início da subida da Ladeira das Pedras e na rotatória que vai para Caririaçu.

“Antes disso nós temos todo um trabalho de segurança, de inteligência, com agentes nossos transitando na área do Bairro do Socorro, no Memorial Padre Cícero, na Alameda da Rua São Francisco. Para mostrar as pessoas, que se porventura elas ainda não tiverem entendido, que o nosso trabalho é inibir a proliferação do vírus. Esses nossos agentes estarão observando os comércios, os locais e orientarão as pessoas”, disse Dorian Lucena.

Fonte: G1 CE

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.