Altaneira apresenta Plano Municipal de Combate ao Racismo

O município pode ser o primeiro do interior com plano voltado para o combate ao racismo.




Notícias, Regional

A cidade de Altaneira, na Região do Cariri, apresentou o Plano Municipal de Combate ao Racismo e de Construção da Equidade Racial, em um encontro virtual nesta quinta-feira (13). A data faz simbologia aos 133 anos da assinatura da Lei Áurea no ano de 1888. Na época, a Princesa Isabel determinou o fim da escravidão da população negra no Brasil.

O evento foi conduzido pelo professor Nicolau Neto, com a participação dos secretários de Governo, Educação e Cultura do município, além de diretores escolares, coordenadores e diversas autoridades. O documento foi apresentado, junto de uma discussão sobre a implementação do plano no município.

Para o professor Nicolau, a data não deve ser comemorada. Ele afirma que o dia 13 de maio deve ser compreendida como uma oportunidade para denunciar o racismo estrutural, fruto da abolição. Na época, a decisão foi votada pela Elite, que deu a carta de alforria aos escravos. Mas eles foram apenas jogados nas ruas, sem nenhum tipo de política pública para que pudessem se inserir na sociedade.

Sobre Fernanda Alves

Fernanda Alves, tem 24 anos, é de Juazeiro do Norte e formada em Jornalismo pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), com experiência na área desde 2015. Mulher preta, militante e amante do Jornalismo Esportivo.

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.